Pesquisar

4 de setembro de 2008

PRESENTE DE ANIVERSÁRIO


Amanhã é meu aniversário (31), mas prometi a mim mesmo que eu NÃO ia escrever nada melancólico falando o quanto eu me sinto desajeitado, envergonhado e magoado nesta data (desajeitado por não saber “brincar”, envergonhado pelos cumprimentos de quem se lembra e magoado pelos que se esqueceram).

Melhor falar sobre, sei lá... Deus?!

Eu continuo naquela crise da qual venho falando já há alguns anos. Você provavelmente já deve estar cansado de me ver falar sobre isso e não fazer absolutamente NADA para mudar a situação. Pra ser sincero eu também estou. Na verdade, cansado de tudo. Durmo pouco (e mal), e minha cabeça as vezes parece um balão: sinto-a leve como se não tivesse nada dentro dela. Será que tem, afinal?

Bem, são duas as coisas que eu preciso para mudar esta situação: exercícios físicos (estou sedentário há mais de um ano) e oração.

Eu me lembro bem que quando estava lá no “primeiro amor” eu orava quase que o tempo todo, sempre falava com Deus, e isso me fazia um bem enorme. Me sentia tranqüilo, confiante e paciente. Mas nem me lembro quando orei mesmo pela última vez. Será que foi quando meu sogro foi para o hospital? Será que foi quando eu me vi sem alternativas?

Não quero ser assim, um fraco. Quero ter meu relacionamento com Deus, com Cristo, de volta. E nunca mais abrir mão dele, porque eu sei que o Senhor não abre mão de mim.

Disse que não falaria sobre meu aniversário. Mas falarei. Se for para ganhar um presente, que seja este: ter de volta aquela relação maravilhosa que, bem sei, ainda está ao meu alcance. Porque antes eu não a conhecia, e após conhecê-la, me iludi achando que nada havia mudado. Só quando perdemos algo é que damos o devido valor, por mais que se fale que não.

Que Deus me ajude e me permita resgatar o ardor do amor que há tempos não vejo mais. Aquele amor que me da forças para enfrentar qualquer situação (como me deu no passado), e que me faz voar em um céu azul de paz, alegria e humildade.

1 comentários:

Parabéns e felicidades!